O consolo de Deus por meio de palavras proféticas

Compartilhe essa Pagina

“Sou eu, sou eu quem vos consola!”, diz o Senhor (Is 51,12). O verdadeiro consolo vem de Deus, vem sobre os que estão em sofrimento, sobre os aflitos e atribulados. Aquele que durante toda a vida terrena de Jesus foi nosso amparo e alívio quer ser também o nosso melhor companheiro, defensor e consolador de nossa alma. Deus não se limita a enxugar as nossas lágrimas. Com a sua palavra, o Senhor nos protege e socorre. Ele nos consola ao tomar a nossa defesa.

Deus como consolo e libertador por meio da palavra

Ao pecarmos, ficamos vítimas de satanás e prisioneiros do próprio pecado. Estávamos todos condenados à destruição porque o salário do pecado é a morte (cf. Rm 6,23). Mas Deus, que é rico em misericórdia, pelo grande amor com que nos amou, tomou nossa defesa e derrubou, por meio de sua palavra, “o acusador de nossos irmãos, que os acusava, dia e noite, diante do nosso Deus” (cf. Ap 12,10).

profecia consola-nos e libertando-nos do poder de satanás e de toda opressão. Ela nos reergue e conforta em meio às nossas dores. Por meio dela, “o Pai das misericórdias, Deus de toda a consolação”, é quem “nos conforta em todas as nossas tribulações, para que, pela consolação com que nós mesmos somos consolados por Deus, possamos consolar os que estão em qualquer angústia!” (II Cor 1,3-4).
A profecia consola porque produz a liberdade que vem da verdade. Não é palavra de qualquer um, mas palavra do próprio Deus que está a nosso favor e permanece sempre ao nosso lado. Ela nos faz provar a doçura da presença e da amizade do Senhor.

(Texto retirado de “O Dom de profecia – Márcio Mendes”)

Crédito : wwing by GettyImages

Canção Nova

Mais Artigos

NOTÍCIAS

Os parabéns ao Papa na festa de São Jorge

Salvatore Cernuzio – Vatican News As felicitações de todo o mundo estão se multiplicando nestas horas para o Pontífice argentino, Jorge Mario Bergoglio, no dia