O Papa: sejamos discípulos missionários na vida cotidiana

Compartilhe essa Pagina

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on telegram
Share on whatsapp

Neste mês de outubro, em que começa o Caminho Sinodal e se celebra o Dia Mundial das Missões, o Papa Francisco mergulha no tema da evangelização da Igreja e nos chama a ser discípulos missionários.

“Jesus pede a todos nós, e a ti também, que sejamos discípulos missionários. Estás preparado?” Esta é a pergunta que o Papa Francisco faz na videomensagem com a intenção de oração para o mês de outubro, divulgada nesta quinta-feira (30/09).

Segundo o Papa, a missão a que todos nós batizados somos chamados centra-se, sobretudo, em “estarmos disponíveis ao seu chamado e vivermos unidos ao Senhor nas coisas mais quotidianas, no trabalho, nos encontros, nas ocupações diárias, nas casualidades de cada dia, deixando-nos sempre guiar pelo Espírito Santo”.

Dentro de alguns dias começará o Caminho Sinodal da Igreja, um apelo a caminhar juntos, como “Povo de Deus peregrino e missionário”. Este mês, o Papa reforça este apelo, convidando homens e mulheres a deixarem-se “mover” por Cristo.

Se Cristo te move, se fazes as coisas porque Cristo te orienta, os outros notarão isso facilmente. E o teu testemunho de vida provocará admiração, e a admiração fará com que os outros se perguntem: “Como é possível que seja assim?” ou “De onde esta pessoa tira o amor com que trata os outros, a amabilidade, o bom humor?”

Ser missionário é buscar e fomentar o encontro pessoal, face a face, pessoa a pessoa.

Recordemos que a missão não é fazer proselitismo. A missão baseia-se no encontro entre as pessoas, no testemunho de homens e mulheres que dizem: “Eu conheço Jesus, gostaria que tu também O conhecesses”.

Por fim, o Papa convida a rezar “para que cada batizado participe na evangelização e que cada batizado esteja disponível para a missão através do seu testemunho de vida. E que este testemunho de vida tenha o sabor do Evangelho”.

Mais Artigos